ANTENAS E LINHAS DE TRANSMISSÃO


Existem diversos tipos de antenas, estas exercem uma função muito importante no sistema de recepção e transmissão e também em sistemas de telecomunicações. A antena transforma os sinais eletromagnéticos que são guiados pela linha de transmissão em sinais irradiados, e também transforma os sinais eletromagnéticos irradiados em sinais eletromagnéticos que através da linha de transmissão são levados até o receptor de rádio. A antena é um dos elementos mais importantes de uma estação de rádio, para uma comunicação sem utilização de fios é necessário uma antena que transforma a energia de corrente alternada em um campo eletromagnético ou um campo eletromagnético em energia de corrente alternada quanto melhor essa transformação melhor será a estação. Por isso a antena contribui com mais de 50 % da qualidade de uma estação. 

FREQUÊNCIA E COMPRIMENTO DE ONDA


As frequências entre 15 e 15000 Hz são chamadas de ondas sonoras com propagação pelo ar a velocidade do som. Para cada frequência existe um comprimento de onda, que é o espaço necessário para completar um ciclo de onda. A relação que existe entre frequência e comprimento da onda é o produto da frequência com o comprimento, que é igual a velocidade de propagação da onda:

Velocidade (v) = Frequência (f) x Comprimento de onda.

Velocidade das ondas sonoras:  v=340m/s.

 

Acima das ondas de som temos as ondas eletromagnéticas , essas ondas se propagam à velocidade da luz ou seja, 300.000 Km/s.

 

SISTEMAS DE ANTENAS


O sistema de antena envolve a própria antena em referência, a linha de transmissão, transformadores de acoplamento ou casamento, baluns e acopladores. Somente a ante deve irradiar sinais, já os outros elementos devem levar a energia do transmissor à antena ou da antena para o receptor.

Deve existir um casamento perfeito da antena com a linha e da linha com o equipamento que está sendo utilizado. Quando não existe o casamento da linha com a antena irão aparecer as ondas estacionárias na linha de transmissão independendo se o lado do transmissor está casado ou não. Existem algumas características importantes que determinam as características do sistema irradiante que são os seguintes:

Polarização, largura de faixa, ângulo de irradiação, impedância característica, tipo de solo e ganho.

É muito difícil calcular essas características pois elas são interdependentes, porém hoje em dia já existem programas de computador que são capazes de calcular as antenas com razoável precisão.

 

TIPOS MAIS COMUNS DE ANTENAS

 

Os tipos mais comuns de antenas são : Antena Dipolo, Antena Vertical, Long Wire - Unifilar, Antena Yagi, Antena de Quadro, Dipolo Dobrado.

O Dipolo de meia onda é a mais simples de construir e operar. Seu ganho é unitário para fins de comparação com outras antenas mais complexas. A impedância da antena depende  da altura da antena em relação ao solo. A irradiação máxima de uma antena é perpendicular ao condutor dessa antena, e a polarização é determinada pela posição do radiador em relação à terra. Na prática a antena é construída depois de pronta, fazem-se as medidas de sinal recebido nas diversas direções. Faz se então um gráfico com o resultado das medidas e têm-se os diagramas de irradiação da antena.

POR PY2VJ-REINALDO

 

GRAT
Copyright © 2009 [Grupo de Radioamadores]. All rights reserved.
Revised: outubro 01, 2013

 

Voltar