RADIOAMADORISMO E CW

 

 
Nas décadas passadas éramos um meio de comunicação para vizinhos que não dispunham de telefones fixos, éramos pessoas distintas e com reconhecimento pela sempre boa vontade de ajudar, éramos sempre solicitados para ajudar em momentos de crise ou catástrofes ou mesmo estávamos presentes pois somente vias nossos rádios era possível ter NOTÍCIAS das regiões isoladas nesses eventos.

Ter um vizinho radioamador era segurança para todos, era certeza de conseguir um remédio importado ou de poder achar um parente distante, sempre tínhamos serviços a oferecer.

Ha um tempo atrás um pouco mais recente, éramos os únicos que falávamos sem fio com "pequenos" aparelhos até de nossos carros, repetidores linkados com a rede telefônica era uma das azeitonas da empada de muito poderoso que se tornava radioamador para utilizar dessa "facilidade" e falar com a família, muitas famílias eram todos radioamadores para poder usar também desta tecnologia que até então era somente nossa...

O tempo passou, o mundo evoluiu, e esses nossos serviços quase todos foram "engolidos" pela internet e pelo celular.

Com a entrada do Celular houve uma grande queda no número de radioamadores no VHF e no geral, com a libertação dos fios pelo celular, essa revolução entrou como uma bomba e sobrevivemos.

A Internet Roubou nosso status de serviço aos vizinhos, e recentemente com o ICq, depois MSN, Skype, google talks, e mais recentemente com as redes sociais, hoje quando pensam em ajudar a uma catástrofe com donativos ninguém pensa mais no radioamador para divulgar nas demais regiões, vai todo mundo para o Facebook ( vide jan/2011), porém ainda sobrevivemos, e diferente do caso do celular, não estamos perdendo em números de radioamadores pelo contrário estamos crescendo.

Sabe, começo a achar que o radioamadorismo e IMORTAL!! rsrs, mais não é, a nossa "criptonita" esta escondida dentro de nós mesmos, pois a única coisa que pode destruir o radioamadorismo somos nós mesmos, com a morosidade, com a apatia, com a falta de trabalho.

Com meu respeito aos radioamadores mais antigos, recebemos um legado terrível das gerações passadas de radioamadores que, sem a menor intenção de o fazer, fecharam as portas e elitizaram o serviço, pois na época era realmente um "serviço de elite" e para entrarmos nele deveríamos no mínimo ser indicado,(assim como em uma sociedade secreta rsrs), muitos tiveram vantagens pessoais sendo radioamador, sendo presidentes de associações, sendo representantes ou mesmo sendo somente radioamador pois detinha o poder da comunicação, e não desejavam que esse poder fosse distribuído.

Alguns abnegados tomaram o caminho diferente e foram visionários divulgando o Hobby e dando maior popularidade, mais eram minoria.

A geração seguinte a essa resolveu fazer o contrário, pois já que fechar as portas não deu certo vamos então abrir e popularizar a qualquer custo, fazer o milagre brasileiro da multiplicação dos radioamadores, assim estaremos salvando da extinção... (já estava no radio nessa época no finalzinho mais já estava rsrs).

Ai foi a verdadeira "ABERTURA DA PORTEIRA" aonde passou de tudo, aonde encontramos de tudo aonde as "exigências" ficaram para segundo plano, período aonde tudo era válido para que o radioamadorismo não acabe, até mesmo chops duplos, provas sem provas etc... período negro não?

Na verdade a nossa história se confunde com a história da nossa democracia, saímos da Censura para liberdade e da liberdade para libertinagem, crescendo e aprendendo, só não podemos e deixar que o passado seja esquecido pois nosso erros e acertos nele presentes mantém o nosso aprendizado, se o esquecemos tudo vai embora junto.

Depois de muito devaneio e um pouco da história ( boa parte dela não vivenciei somente escutei), usei um pouco dessas informações pra situar os mais novos e que ainda não conhecem o passado político do radioamadorismo, possam também tomar conhecimento dessas passagens, pra que não fiquem achando que a exclusão do CW vai ser a salvação, nem ela nem nada disso resolverá esse nosso legado de falta de trabalho de divulgação, de portas fechadas e de libertinagem.

O que temos que fazer e arregaçar as mangas e mostrar que o radioamadorismo ainda está vivo e atuante, que é um hobby vibrante e cheio de emoção, que apesar de o mundo estar "globalizado" e de se falar com o amigo que está em SAIPAN via NET e comum, quem tem o verdadeiro sangue de radioamador ainda vibra com cada contato DX, que com essa interação entre os povos no radioamadorismo é real, aonde você vê um Iraniano conversando com um Americano, um Japonês com Chinês e ainda todos vibrando com a oportunidade.

Conhecer o mundo geograficamente na cabeça, saber de cor aonde fica o que e até a direção a tomar pela antena, desenvolver-se em novos idiomas exercitar o seu pátrio e a falar em público, aprender sobre eletrônica, propagação de ondas, leis da física, aplicar a matemática e a trigonometria, desenvolver conhecimentos sobre o clima, sobre sua região, conhecer o local exato aonde o sinal de um rádio poderá chegar, projetar novos equipamentos, montá-los e se divertir com eles, apreciar o movimento da propagação das ondas em HF, saber exatamente aonde e que horas vou poder fazer o contato com aquela região, isso tudo na parte cultural fora ainda a parte social do velho jargão de "Com o rádio você nunca estará só".

Com todo esse "preparo" na hora das catástrofes se estivermos prontos seremos sempre a rede reserva de comunicações mais confiável que existe, assim foi recentemente no WTC, em Noronha, e aqui perto de casa ( Região Serrana).

Temos que sair para a rua e trabalhar com field days, com operações em escolas e universidades, usar a mídia, divulgar contestes e equipes competidoras em contestes como no esporte, aparecer para a população com a parte boa do Hobby, que voltando a história do Legado, era proibido em algumas gerações passadas, só que o tempo passou, a tecnologia avançou e sobrevivemos, mais sem trabalho sermos destruídos sim pela nossa "criptonita".

Bom eu já coloquei pelo menos uns 10 radioamadores no hobby, se pelo menos cada um de nós colocasse mais 1 em cada ano em 5 anos estaríamos pertinho do nosso 1 milhão de radioamadores no Brasil heheh

A todos pensem nisso e comecem a se mexer na sua região e quem sabe ai sim com a divulgação e com a captura de novos adeptos ai sim o CW possa ser tratado como um problema para a promoção de classe.

Obrigado para quem leu até aqui, pois realmente exagerei na empolgação

73´s

FÁBIO PY1ZV RIO DX GROUP TEAM // PR1T TEAM \\ ARAUCÁRIA MEMBER

http://www.radioamador.org.br/noticias/cw.html

 

Voltar

GRAT
Copyright © 2009 [Grupo de Radioamadores]. All rights reserved.
Revised: fevereiro 11, 2013